Brasil 2014

Toda a população brasileira que gosta ou admira futebol está preocupada com os atrasos na preparação do Brasil para a Copa do Mundo de 2014, o país corre um grande risco de causar grande vergonha no mundo esportivo. "O Brasil está correndo um grande risco de envergonhar a gente na maneira de administrar a Copa do Mundo, principalmente na comunicação. Os aeroportos estão assustando mais, e não são só os brasileiros", declarou Pelé, ex-jogador e ídolo mundial. Ainda segundo Pelé ,diz ter conversado com dirigentes da Fifa e também com um grupo ligado ao presidente da Uefa, Michel Platini, que também manifestaram preocupação com o ritmo dos preparativos no Brasil. A maioria das obras para o Mundial está atrasada, e alguns dos estádios nem começaram a ser construídos, como o caso alusivo da arena do Corinthians, escolhida por São Paulo para receber os jogos da competição na cidade. O Brasil tem obrigação de fazer uma boa Copa do Mundo, uma boa administração, e infelizmente já está atrasando, e tem essa polêmica de São Paulo que só começou porque por questões políticas e pessoais com o atual presidente do São Paulo Futebol Clube, não foi escolhido o Morumbi. São Paulo deve receber a abertura da Copa, segundo o comitê organizador local, porém, ainda não está claro como o Corinthians vai construir e ampliar o projeto de seu estádio, com início de obras previsto para o mês que vem (ou quem sabe quando ganhar uma libertadores ), para os 60 mil lugares que a Fifa exige para abrir o torneio. Além dos estádios, diversas obras de infra-estrutura são necessárias para receber a Copa, assim como aeroportos adequados. No Brasil, porém, os terminais aéreos estão perto da saturação e isso representa um grande obstáculo ao país para receber o Mundial, como já admitiu o ministro do Esporte, Orlando Silva. Sem dizer a preocupação com os políticos e administradores que querem tirar proveito da situação e angordar a conta bancaria com os financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A população e o Ministério Publico não quer ser empecilho, quer apenas fazer parte desse processo de ajuda para que a Copa seja exitosa na transparência, moralidade e gestão da coisa pública e do dinheiro do povo.

Postagens mais visitadas