Coleta seletiva: Verdade ou mentira?

O sistema de coleta e separação de lixo de Ibiporã rendeu ao SAMAE um prêmio a nível nacional. Vencendo a categoria elaboração de Projetos, subcategoria: Melhor Projeto de Destinação de Resíduos Sólidos, premiação esta que deixam muitos com a sensação de dever cumprido diante da população e dos preços pago por tal serviço que tal empresa presta ao município e a população.
Desenvolvido pelo Instituto Negócios Públicos do Brasil, o prêmio visa consagrar as atitudes sustentáveis que promovem ações e debates voltados à implantação, desenvolvimento e melhorias na atuação pública responsável destinada à preservação do meio ambiente e comprometida com o bem estar das futuras gerações, mais devemos fiscalizar se a atual geração é merecedora
deste premio ou tentar entender quantas pessoas ou fiscais deste tal instituto vieram ver de perto o atual sistema de coleta e se realmente funciona ou quantos moradores foram entrevistados para dar sua opinião sobre a empresa ou o sistema adotado.
Este prêmio vai elevar o preço pago pela população ainda mais ou vai servir para esclarecer as duvidar existentes entre a população sobre os aumentos abusivos na tarifa de coleta de lixo nos últimos três anos, como explicar um aumento expressivo se a empresa diz que já pega o lixo separado, e para onde vai o dinheiro conquistado com o material reciclável que antes ia para a APIMF?
Devemos admitir que no papel tudo seja lindo e maravilhoso, mais e na pratica, a eficiência é a mesma que na frente do computador?
Ou é mais fácil pensar que a população só deve obedecer e pagar a conta no final do mês?
Não seria necessário um pouco mais de atenção da Promotoria Publica sobre este assunto e de uma vez por todas esclarecer a população de Ibiporã ...?

Postagens mais visitadas